Gênero e COVID-19: Orientações para Advocacy.

Pandemias e surtos afetam mulheres e homens de forma diferente. Do risco de exposição e suscetibilidade biológica à infecção às implicações sociais e econômicas, as vivências dos indivíduos provavelmente variam de acordo com suas características biológicas e de gênero, além de sua interação com outros determinantes sociais. Por isso, os planos estratégicos nacionais e globais para a preparação e resposta à doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19) devem ser baseados em uma análise de gênero consistente e devem garantir uma participação significativa dos grupos atingidos, incluindo mulheres e meninas, na tomada de decisão e sua implementação. A OMS solicita a seus Estados Membros e todos os atores globais que orientem seus investimentos em pesquisa de qualidade e sensível a gênero para investigar os impactos econômicos, sociais e de saúde adversos e resultantes da COVID-19. Os países são aconselhados a incorporar um foco em gênero em suas respostas à COVID-19, a fim de garantir que as políticas de saúde pública e as medidas para controlar a epidemia levem em consideração a perspectiva de gênero e sua interação com outras dimensões da desigualdade. Em particular: Há poucos dados desagregados por idade e sexo, impedindo, portanto, a análise das implicações de gênero da COVID-19 e a elaboração de respostas apropriadas.

Acesse aqui o documento

Abordagem de Direitos Humanos, essencial na resposta à COVID-19.

Os comentários recentes do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a COVID-19 enfatizaram que “todos os países devem estabelecer um delicado equilíbrio entre proteção da saúde, mitigação das rupturas econômicas e sociais, e o respeito aos direitos humanos”. Os parâmetros de direitos humanos representam uma estrutura crucial que pode reforçar a efetividade dos esforços globais para combater a pandemia.

Acesse aqui o documento

COVID-19 e a violência contra a mulher, o que o setor/sistema de saúde pode fazer.

A violência contra as mulheres segue sendo uma grande ameaça à saúde pública e à saúde das mulheres durante as emergências.Os sistemas de saúde têm papel importante a desempenhar para garantir que os serviços destinados às mulheres vítimas de violência se mantenham seguros e acessíveis durante o surto de COVID-19 Sem deixar de reconhecer a imensa carga que a COVID-19 impôs sobre os sistemas de saúde e os(as) profissionais da saúde no cuidado com pessoas doentes, algumas coisas podem ajudar a mitigar os impactos da violência contra mulheres e crianças durante esse período.

Acesse aqui o documento

Perguntas e respostas sobre a COVID-19 - Violência contra as mulheres durante a COVID-19.

AnexoTamanho
PDF icon pr_violencia_contra_as_mulheres.pdf253.03 KB

Checklist para avaliar a preparação, prevenção e controle da COVID-19 em prisões e outros locais de detenção.

Esta checklist destina-se ao uso por formuladores de políticas e administradores de centros de detenção para avaliar o respectivo nível de preparação para prevenção e controle da COVID-19 em prisões e outros locais de detenção. A lista foi desenvolvida como um material suplementar para dar suporte aos países na implementação da orientação provisória publicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em Preparação, prevenção e controle da COVID-19 em prisões e outros locais de detenção. A relevância esperada das informações da checklist para os diferentes grupos envolvidos é indicada no início de cada seção por um tique (= relevante) ou dois tiques (= muito relevante). A checklist inclui alguns itens especificamente elaborados ou adaptados para a atual pandemia de COVID-19, enquanto outros se aplicam mais amplamente a diversos aspectos do planejamento e prestação de serviços. A orientação provisória da OMS mencionada acima fornece explicações e orientações adicionais sobre a maioria dos itens da checklist. A checklist foi estruturada de acordo com o modelo de sistemas de saúde da OMS. O objetivo é que ela sirva como guia, sem que seja necessariamente exaustiva em sua cobertura.

Acesse aqui o documento